Benefícios de incentivar a preparar o próprio lanche

Dessa forma, os alunos aprenderão a elaborar uma alimentação equilibrada, composta de laticínios, frutas e carboidrato que, certamente, surpreenderá até os pais!

 

Foto: herfamily.ie

Normalmente o lanche servido entre as principais refeições é ideal para a criançada repor a energia gasta em atividades intelectuais e físicas. Portanto, elas também deveriam aprender a substituir os salgadinhos industrializados por torradas, iogurte, frutas, geleias e requeijão. Mas como ensinar isso a sua turminha não é uma tarefa fácil, a dica é estimulá-la a preparar seu próprio lanche, para depois saboreá-lo com suco, leite com café ou chocolate ou um chá bem quentinho.

Segundo a nutricionista Aretha Magalhães, combinar torradas com frutas e laticínios torna qualquer lanche mais leve e nutricionalmente completo. “A torrada fornece a energia necessária para as atividades, pois é fonte de carboidratos. As frutas, por sua vez, são ricas em vitaminas, minerais, fibras e água. Já os laticínios fornecem proteínas e cálcio, que contribuem tanto para saciedade quanto para a saúde óssea infantil”, ressalta Aretha. Complementando, a nutricionista ainda explica que tanto as geleias quanto o creme de requeijão podem ser preparados com antecedência e mantidos na geladeira. Já as torradas que normalmente tem quatro sabores – Light, Integral, Multigrãos e Tradicional – podem ser escolhidas de acordo a preferência individual!


Revista Guia Fundamental Ed. 143