Educação financeira para crianças

Por Rosa Maria Rodrigues | Foto: Reprodução/latinohealthzone.com | Adaptação web Caroline Svitras

 

 

É comum vermos famílias com crianças em supermercados. Mas se os pais não orientam os filhos em relação ao orçamento, certamente o carrinho de compras vai ficar repleto de supérfluos, que sempre são dispensados no caixa. Por isso, a dica é ensinar a criançada a diferenciar vontade de necessidade, processo que também pode acontecer em sala de aula, desde que o professor faça os alunos se sentirem útil à própria família. Para tanto, o ideal é optar por noções de Educação Financeira com base em experiências práticas, que possam estimulá-los a perceber as coisas, em vez de simplesmente transmitir conteúdos teóricos.

 

Entre outras estratégias, explique que, para comprar aquele objeto desejado há muito tempo ou até mesmo viajar nas férias, é necessário ajudar a família a economizar, inclusive nas já tradicionais idas ao supermercado ou à feira, lugares onde uma lista de compras é a melhor opção para alcançar tal objetivo.

 

Mas, para se chegar à lista definitiva, como ainda é indispensável anotar o que acaba na despensa, a nossa sugestão é convidar a criançada para elaborar um bloco de notas para a família pendurar na cozinha, a fim de se organizar.

 

Faltam bolachas? Anote nele. Acabou o sabão em pó? Faça o mesmo. Ainda tem iogurte na geladeira? Então, não é preciso adquiri-lo ainda! Dessa forma, os alunos assimilarão noções de quantidade e, em decorrência, aprenderão a evitar desperdícios no momento de adquirir e consumir alimentos.

 

Já com o bloco pronto, dependendo da faixa etária das crianças, ainda dá para falar de comparações, inclusive as que extrapolam os preços, cujas oscilações devem ser evidenciadas. Consequentemente, elas aprenderão, mesmo que seja aos poucos, ao avaliar produtos de marcas concorrentes, o tamanho das embalagens e os nutrientes de cada um e, em paralelo, acabarão por influenciar os pais a fazer escolhas bem mais econômicas.

 

Bloco de anotações para cozinha

Materiais:

  • Tábua de carne
  •  Pincel
  • Tinta guache na cor amarela
  • Cola quente
  • Bloco de anotações (de tamanho condizente a tábua)
  • Caneta
  • 4 apliques de E.V.A. em forma de abelhas da Trupe E.V.A. (ou qualquer outro de sua preferência)
  • E.V.A. na cor preta da Trupe E.V.A.
  • Ráfia
  • Tesouras decorativa e comum

 

 

Repasse aos pais

Na próxima reunião com os responsáveis, explique que, independentemente do nível socioeconômico da família, como é necessário preparar a criança para a vida, nenhum deles deveria dar aos filhos tudo o que precisam e desejam de imediato, pois só dessa forma os pequenos terão a chance de descobrir o valor das coisas e sentir que dinheiro não cai do céu. Para tanto, sugira que, além de conversar, eles também devem dar exemplos práticos, pois só assim os filhos poderão notar a importância de economizar, mesmo que seja com um objetivo específico de curto prazo.

 

 

Adaptado do texto “A economia como lema familiar”

Revista Guia Prático do Professor – Ensino Fundamental I Ed. 123