Veja os benefícios da Arteterapia

Se a vida do ser humano está imersa em um mundo de arte, por que não se valer desse recurso para auxiliar as crianças em seu aprendizado?

Da Redação | Foto: eduart4kids.com | Adaptação web Caroline Svitras

Para que a assimilação de conteúdos aconteça de fato, é necessário criar um ambiente que permita ao aluno explorar, conhecer e associar concepções. E entre muitos recursos que propiciam essas condições, a Arteterapia se destaca ao assegurar, por meio de diferentes formas de expressão artística, desequilíbrios e reequilíbrios, além da interação dos sujeitos com o meio. Dessa forma, aos poucos, o explorar, conhecer e associar se tornam imprescindíveis na construção de habilidades como classificar, seriar, ordenar, incluir, analisar, sintetizar, entre outras, que são de suma importância para a construção de conceitos no ensino fundamental e, posteriormente, no médio.

 

Além disso, a Arteterapia também permite o contato da criança com seu mundo inconsciente, auxiliando-a no processo de aprendizagem, o que ainda ajuda o professor a descobrir as potencialidades individuais de seus alunos, que precisam ser desenvolvidas e as dificuldades que devem ser transformadas.

 

Atividades arteterapêuticas

★ Dinâmica do nome (voltada para o autoconhecimento) – distribua folhas A4, canetas hidrocor, lápis de cor e tesouras. Feito isso, peça às crianças que escrevam o seu primeiro nome na folha, façam um desenho que tenha a ver com a sua própria personalidade e, então, recortem em volta dele.

★ Escultura com olhos vendados (para trabalhar a concentração, ansiedade, tato e capacidade de construção) – providencie argila, pequenos pedaços de madeira, ferramentas e vendas para aos olhos. Então, determine que as crianças, já de olhos vendados, construam uma escultura e, em seguida, descrevam um sentimento que possa representar a experiência vivida.

  1. Ainda usando os mesmos materiais, divida a turma em grupos e solicite a construção de uma escultura a cada um deles, deixando claro que ela deve representar todos os sentimentos dos integrantes na experiência vivida anteriormente. Note que a finalidade da Arteterapia é permitir a constituição de um ser humano pleno, autoconsciente, ativo e criativo. Para tanto, é necessário que o aprendizado e a Educação recorram a Arte, pois é por meio dela que a criança manipula livremente o material, interage com as outras pessoas e, assim, assimila novos conceitos, amplia suas potencialidades, manipula as informações que vêm do meio para, em seguida, incorporá-las e acomodá-las em seu íntimo e, finalmente, exteriorizar os conteúdos compreendidos.

★ Desenho coletivo (visa o trabalho em equipe, o perfeccionismo e a frustração) – distribua uma folha A4, além de canetas hidrocor, para cada aluno de sua turminha. Na sequência, solicite que iniciem um desenho. Porém, ao ser dado um sinal previamente combinado, todos devem passar a sua folha para o coleguinha do seu lado esquerdo que continuará o desenho e, assim, consecutivamente, até que ela volte para as mãos do aluno inicial.

 

Para conferir mais dicas garanta a revista Guia Prático do Professor – Ensino Fundamental clicando aqui!

*Bianca Acampora é doutora em Ciências da Educação, mestre em Cognição e Linguagem, Arteterapeuta, psicopedagoga e professora do Curso de Pedagogia da Universidade Estácio de Sá.

Revista Guia Prático do Professor – Ensino Fundamental Ed. 148