Faça um experimento divertido com uma vela

Apagada ela fica imóvel, mas quando é acesa, gira rapidamente, enquanto também é consumida pelo fogo!

Da Redação | Fotos: Carlos Rincon | Adaptação web Caroline Svitras

A experiência que destacamos reproduz a transformação da energia térmica fornecida pela chama da vela, em energia de movimento, proveniente da rotação dela mesma em torno do eixo determinado pela agulha. Portanto, de acordo com que conteúdo que vem sendo trabalhado em sala de aula, com o experimento sugerido dá para conceituar condições de equilíbrio, rotação, transmissão de calor e até variação de massa.

Todos esses aspectos podem ser observados em separado ou em sua totalidade, conforme a vontade de cada professor que, por sua vez, ainda poderá elaborar questões relativas ao que pretende passar, para provocar a reflexão infantil, na intenção de fazer a turminha toda compreender que a energia envolvida no processo não é criada, mas transformada. De início, enquanto vai montando a experiência, indague sobre:

  • Qual o melhor lugar para perpassar a agulha e, assim, criar um eixo de rotação para a vela?
  • Por que, quando apagada, a vela tende a ficar parada? Após ser acessa, o calor influencia ou não no movimento da vela?
  • A variação da massa da vela, que é consumida pelo fogo, interfere no movimento?
  • Será que toda energia térmica produzida pela vela acessa resulta em energia de movimento, também chamada de energia cinética?
  • Se a resposta for não, como ocorre a dissipação da energia térmica?

Em meio a todas essas questões, o ideal é apresentar ou reforçar os conceitos para levar os alunos a entender o experimento como um sistema que tem a capacidade de transformar energia.

 

Quer ver mais dicas? Garanta a sua revista Guia Prático do Professor – Ensino Fundamental clicando aqui!

Guia Prático do Professor – Ensino Fundamental Ed. 145