Dobre a toalha em forma de urso

A criança tem que aprender a ter zelo consigo mesma, cuidar da higiene pessoal e estender essa preocupação a tudo que tem

Da Redação | Fotos: Carlon Rincon | Adaptação web Caroline Svitras

Às vésperas das férias, explique para sua turminha que ninguém gosta de visitar uma casa na qual a mãe fica o tempo todo gritando com o filho: “tira a toalha molhada daí”; “Põe uma viseira para sair ao sol”; “É hora de tomar banho”; “Desligue esse computador”; “Para de jogar videogame”; e, assim, sucessivamente. A partir daí, deixe seus alunos se expressarem livremente  para, então, pedir que imaginem se está mesma pessoa teria coragem de convidar a criança para passar uns dias com ela. Com um pouco de bom senso todos dirão que não, porque ninguém quer problemas extras em sua própria vida!

 

Em seguida, faça-os refletir sobre os maus costumes que ainda possam manter e a possibilidade de mudança que todos têm, não só a fim de agradar os adultos, mas para demonstrar responsabilidade sobre si mesmo e seus pertences. Relembre-os que criança bem-educada é sempre bem vista e tem portas abertas em qualquer lugar. Se quiser, com a ajuda da própria turminha, amplie a discussão sobre o tema, enquanto ensina uma forma diferenciada de dobrar toalhas de rosto, que podem até ser oferecidas como presente. Dessa forma, as crianças irão perceber aprender que toalhas molhadas, largadas em qualquer lugar, significam desleixo puro!

Revista Guia Prático do Professor – Guia Fundamental I Ed. 145 → compre aqui