Experimento ou mágica? Entenda

Plásticos são tipos de polímeros que, por sua vez, são formados por longas cadeias da mesma molécula que se entrelaçam e mantém as suas próprias características ao longo do tempo

Da Redação | Fotos: Carlos Rincon | Adaptação web Caroline Svitras

Que tal iniciar o experimento sugerido, já perguntando o que acontece quando furamos um saquinho plástico cheio de água com um ou mais lápis bem apontados? Certamente, as crianças vão dizer que água vazará. Então, procure por um lugar propício para um possível vazamento, mas mostre exatamente o contrário, na intenção de explicar que o plástico é um tipo de polímero que, por sua vez, é formado por longas cadeias da mesma molécula que se entrelaçam de forma resistente. Portanto, quando o lápis atravessa o plástico, ele passa entre as macromoléculas que, apesar de serem formadas por unidades estruturais menores – chamadas de monômetros –, acabam por se adaptar ao formato dele, momento em que selam o saco plástico e não deixar a água escapar.

 

Aproveite e também diga que, apesar de essa ser a regra geral, qualquer plástico tem alguns poucos pontos propícios à ruptura do polímero. Portanto, se água vazar durante o experimento, o aluno responsável pela introdução do lápis conseguiu encontrar um desses raros pontos!

 

Polímeros naturais e artificiais

Se quiser, evidencie a diferença entre eles. Entre os naturais, destaque, como exemplo, a borracha, o amido, a celulose, os lipídios, as proteínas etc. Já sobre os artificiais explique que eles são obtidos pela manipulação química empreendida pelo homem que, assim, nos garante uma diversidade enorme de objetos, como as sacolas plásticas, os para-choques de automóveis, os canos de água, as panelas antiaderentes, as colas, as tintas, os chicletes, entre outros produtos que têm várias vantagens para quem produz, pois são duráveis, resistentes e confeccionados a baixo custo. Porém, como não são biodegradáveis, quando jogados no meio ambiente, eles conservam suas propriedades físicas ao longo do tempo e, dessa forma, enquanto poluem a natureza também aumentam a quantidade de lixo.

 

Quer conferir mais dicas? Garanta a sua revista Guia Prático do Professor – Ensino Fundamental aqui!

Guia Prático do Professor – Ensino Fundamental Ed. 140