Ensino da língua no Ensino Fundamental

Letras e figuras em composição ajudam a criançada a assimilar o alfabeto e, em consequência, aprender a escrita de uma forma bem mais divertida

Da Redação | Fotos: Carlos Rincon | Adaptação web Caroline Svitras

Embora pareça ter o mesmo significado, letrar e alfabetizar são termos que se aplicam a diferentes práticas que, por sua vez, devem caminhar lado a lado durante o processo de aprendizagem, uma vez que os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) ditam que o ensino da linguagem deve abordar três aspectos fundamentais: leitura, interpretação e escrita. Portanto, enquanto o letrar significa transmitir as habilidades necessárias e o hábito de ler e escrever, alfabetizar refere-se ao aprendizado das técnicas para a compreensão da linguagem no que diz respeito a seus conteúdos gramaticais. Apesar dessas particularidades, o objetivo de ambos é o de inserir a criança no contexto cultural da sociedade que, por sua vez, está intimamente associado à leitura.

 

Consequentemente, durante esse processo, o papel do professor é fundamental, pois cabe a ele atuar como agente facilitador e guiar a criança ao longo de sua vida escolar, para que ela alcance as finalidades pré-estabelecidas. Para tanto, o ideal é se valer de atividades lúdicas que divertem, mas, ao mesmo tempo, tenham a capacidade de estimular a compreensão infantil em relação à escrita e à leitura. Entre inúmeras opções, sugerimos o jogo que segue, pois ele requer a associação entre sílabas e gravuras que, por sua vez, levarão a produção correta da escrita.

Quer conferir mais dicas? Garanta a sua revista Guia Prático do Professor – Ensino Fundamental aqui!

Guia Prático do Professor – Ensino Fundamental Ed. 150

Adaptado do texto “Alfabetizar letrando!”