Feira de trocas

Nessa época do ano, organizar uma atividade social pode ajudar muitos alunos

Da Redação | Foto WashingtonTownShipsun | Adaptação web Isis Fonseca

Feira de trocas

Todo mundo, independentemente das condições socioeconômicas, sempre tem alguma coisa em casa que não usa, pois não serve, não gosta ou não tem utilidade para ninguém da família.

Por vezes, são roupas, brinquedos, objetos variados, livros, sapatos, CDs, entre outros pertences, que só ocupam espaço e acumulam poeira. Então, que tal propor às crianças um exercício de desapego e de solidariedade, a partir da elaboração de uma feira de trocas?

Esse tipo de ação vem conquistando cada vez mais espaço na sociedade atual, pois o que não serve para alguns pode ser exatamente aquilo que muitos precisam. Além disso, a prática ainda permite trabalhar várias questões com o aluno, entre as quais solidariedade, consumismo, reaproveitamento e até sustentabilidade em pleno fim de ano, período em que todos só querem comprar, mesmo quando não há dinheiro suficiente para esbanjar!

Portanto, a melhor opção para mudar esse quadro é fazer a criançada descobrir que a humanidade sempre fez trocas, inclusive por serviços: alguém que desenha muito bem podia e ainda pode trocar uma caricatura por um calçado; um pedreiro, em troca de algo que lhe interessou, pode fazer reparos na casa de quem efetuou a troca; um estudante, que tem muitos livros, pode trocá-los por uma camiseta e, assim, consecutivamente.

Só que, em meio a tal processo, também dá para abordar a história do escambo, o modo de vida antes da existência do dinheiro, os aspectos que o fizeram ser impresso e até a união entre a escola e a comunidade, na intenção tanto de enriquecer ambas quanto trabalhar o problema do lixo; o gasto em termos de energia e água que, por sua vez, são fatores determinantes no valor dos produtos; a vida útil daquilo que compramos; as habilidades de argumentação e negociação etc.

Confira o passo a passo da atividade na Revista Guia Prático do Professor – Ensino Fundamental Ed. 155!